Acupuntura em pets realmente funciona?

Diversas doenças são tratadas com a acupuntura; dores são amenizadas e o animal não sofre durante a aplicação

Ainda que nova para o mundo ocidental, a acupuntura remonta a pré-história (4000 AC), faz parte de um conjunto de conhecimentos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC). O objetivo da acupuntura é o equilíbrio das funções orgânicas e da relação corpo com o meio externo, tratando com uma abordagem particular para cada paciente. A acupuntura visa a restauração da saúde do animal através do equilíbrio de sua energia vital, efetuando a aplicação de estímulos através da pele, com a inserção de agulhas em pontos específicos, chamados acupontos, estimulando os meridianos, que são como canais, por onde circula a energia vital.

Uma dúvida sempre presente entre os tutores é se este tratamento causa dor. Na realidade existem diferentes reações, que variam de individuo para individuo como também de ponto para ponto, mas geralmente a acupuntura é indolor, podendo, porém, causar a sensação de um leve choque elétrico na inserção da agulha, em alguns acupontos. Como as sensações e reações são diferentes para cada animal, a técnica é escolhida individualmente para cada paciente. Alguns exemplos de técnica de acupuntura são: Agulhamento (inserção de agulhas), Acupressão (pressão digital, utilização de orgonites ou massageadores) Moxabustão ( aplicação direta ou indireta), além de Eletroacupuntura, Impante de ouro, Laser, Cromopuntura, sangria, e injeções em pontos de acupuntura que podem ser feitas utilizando técnicas como ozonioterapia, homeopuntura (aplicação de homeopatia em pontos de acupuntura), hemopuntura (aplicação de sangue em pontos de acupuntura) ou farmacopuntura que é a aplicação de fármacos em pontos de acupuntura.

Outra dúvida frequente entre os tutores é sobre a indicação da acupuntura, e ao contrário do que muitos pensam, a acupuntura não é indicada somente para problemas musculo esqueléticos e dor, mas também para problemas de pele, neurológicos, respiratórios, gastrointestinais, reprodutivos, comportamentais, pós-cirúrgicos, recuperação de lesões causadas pela cinomose, modulação da imunidade, dentre muitos outros.
A Médica Veterinária Integrativa Jéssica Gasparotti além de acupunturista é pós graduada em Homeopatia e trabalha também com Ozonoterapia, Viscum album, Laserterapia, Cinesioterapia, Auto-hemoterapia, entre outras terapias integrativas.

O médico veterinário integrativo individualiza o paciente, buscando todos aqueles sintomas raros, estranhos e peculiares da moléstia, entendendo que o que é digno de curar é o doente e não doença.

Jéssica Gasparotti CRMV-PR 19795

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *