Eu vi um caso de maus-tratos a animais: como posso ajudar?

Os animais possuem a sua importância para toda a estrutura regida pela natureza. Sejam selvagens ou domésticos, todos são importantes. Antes de tudo, são seres com direitos assegurados por leis e que devem ser respeitados, ou seja, ao violentar ou maltratar algum animal, independente da sua raça ou espécie, o responsável terá que responder judicialmente pelo ato cometido. Maus-tratos a animais é crime.

Sabendo disso, em muitas situações podemos nos deparar com alguém cometendo essa violação e, sem a instrução necessária, acabamos não ajudando, correto? Portanto, é necessário sempre se informar sobre as formas disponíveis de denúncia e garantir que os direitos dos animais sejam respeitados.

Tendo isso em mente, é importante produzir provas sobre a denúncia. Quanto mais fotos e vídeos comprovando, melhor. Para fazer denúncia, a primeira opção é entrar em contato no 156 (Ouvidoria do Município de Maringá) e detalhar como, onde e quando ocorreu os maus-tratos.

Outra opção é realizar a denúncia de maneira on-line por meio do site oficial da Prefeitura de Maringá. Acesse sisweb.maringa.pr.gov.br/sistema156, clique na opção “Bem-Estar Animal”, depois insira todas as informações solicitadas do site e, por fim, clique em “finalizar”.

Após ter feito isso e, se considerar o caso muito grave, o denunciante poderá entrar em contato pelo número (44) 3901-1885 – Diretoria do Bem-Estar Animal. Vale lembrar que ele tem a opção de se manter anônimo. “O procedimento fiscalizatório será sempre mais assertivo se a denúncia vier acompanhada de informações que auxiliam o fiscal, como frequência, horário, nome ou endereço do infrator, imagens ou vídeos que comprovem o crime”, complementa Ivan Zakaluk, Diretor de Proteção e Bem-Estar Animal em Maringá.

A multa por maus-tratos vai de R$2.000,00 a R$10.000,00 em caso de morte. É extremamente importante a participação de toda a população na causa animal. Desta forma, Maringá será reconhecida também por proporcionar uma vida digna a todos os PETS.

André Sanseverino – Presidente Pets Sem Fronteiras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *